Exagerou na comilança? Tudo bem! Agora é voltar com tudo para seu foco!

Quem já não passou por isso? Começa a comer errado como quem não quer nada e, quando vê, está de cabeça nas orgias alimentares... Com isso voltam as compulsões alimentares e alguns kg que havíamos eliminado.

E isso pode acontecer com qualquer um!

Então, como quebrar esse ciclo vicioso, que parece impossível de ser interrompido?

A maioria das pessoas pensa que para emagrecer é preciso manter uma dieta restritiva o tempo todo. O seu corpo precisa (sim!) sentir o prazer de deliciar a sua comida preferida, seja um doce, uma macarronada, um hambúrguer... O único problema é o exagero. Excesso de açúcares e gorduras faz com que você se sinta inchada e lenta, e é daí que muitas vezes vem a sensação de culpa. Separei 8 dicas para você colocar em prática e retomar seu plano de emagrecimento.

1) Ordene o fim da farra

A mudança tem que ocorrer na sua mente. Você tem o poder de comanda-la. Então, mostre a ela quem manda! Ninguém pode fazer a sua parte e nem existem fórmulas mágicas. E você sabe que é capaz! Acredite em você, assim como eu acredito em você!

2) Convide uma amiga para fazer algum exercício com você.

Em boa companhia é mais fácil manter a disciplina e deixar a atividade mais prazerosa. Aquela sensação de dever cumprido vai te dar o estímulo para se manter no foco.

3) Comida saudável pode ser gostosa!!

A comida saudável vai te ajudar a conquistar seu objetivo, mas capriche no seu preparo e na apresentação. Alface e tomate todo dia e largados no prato não estimulam ninguém, não é mesmo¿ Varie os temperos, varie as cores dos alimentos, capriche na apresentação. Arrume seu prato como se fosse para a visita mais ilustre!

Invista nos alimentos integrais, frutas, legumes, proteínas magras, sementes e laticínios de baixo teor de gordura. Isso ajuda a diminuir os desejos por doces e alimentos gordurosos.

Pesquise novas receitas pra te estimular a cozinhar. Faça comida com cara de festa!

4) Recomece já

Acabe com o pensamento de "Já que eu jaquei vou esperar até segunda pra voltar à linha". Quanto antes você voltar ao seu foco, mais rápido você voltará ao seu estado antigo. Não deixe para amanhã!

5) A água é nossa melhor amiga

Pode apostar na água. Ela purifica o intestino, favorecendo a absorção dos nutrientes e melhorando seu funcionamento (você vai mais no banheiro), aumenta a produção das células no sangue e nos músculos, equilibra o sistema linfático, facilitando as funções do organismo e ajuda na perda de peso: água pela manhã, por exemplo, acelera seu metabolismo, ameniza a sensação de sono e dá disposição pra começar o dia!

6) Descubra o verdadeiro problema

Se você anda comendo demais, e comida engordativa, tente identificar quais são as situações que estão te levando a isso. Stress, falta de tempo, ansiedade, coração partido, tédio, ..... São vários os motivos que podem estar fazendo com que você procure conforto na comida. O macete aqui é identificar seus sentimentos antes de comer, e então verificar se está com fome ou com vontade de comer.

Ou é falta de planejamento? Organize-se e reencontre seu eixo.

7) Não se julgue

Após a comilança é normal nos sentirmos culpadas. Não tenha pensamentos negativos. O importante é ter consciência que você aproveitou cada momento daquela refeição e que valeu a pena. Nada de ficar chateada ou pensando na derrota, que você não irá atingir seus objetivos, ok?

Seja gentil consigo mesma! Perder o rumo é algo que pode acontecer com qualquer uma! Não chore o leite derramado. O que passou, passou. Ajuste sua rota e vamos em frente! O importante não é a velocidade que caminhamos, mas sabermos que estamos caminhando no rumo certo.

8) Estabeleça pra si o significado de um estilo de vida saudável

Sim, extrapolar acontece com todo mundo. Mas se você decidiu mudar o seu estilo de vida, não entre em pânico. O seu corpo vai reagir bem aos estímulos, e em pouco tempo, vai voltar ao normal. Calma!

Agora eu quero saber de você:

Você já passou por essa experiência de ficar um tempo jacando e sentiu dificuldade em voltar ao rumo?

Tem alguma dica pra compartilhar comigo e com nossas amigas que possam estar passando por essa dificuldade?

Adoraremos ouvir você!